AVELINO BIOEN CAPITANI

Avelino Bioen Capitani, de origem pequeno-camponesa, ingressou na Marinha em 1960. Em 1964, como um dos dirigentes da Associação dos Marinheiros e Fuzileiros Navais do Brasil, liderou A Rebelião dos Marinheiros. Foi preso, fugiu da prisão e exilou-se no Uruguai. Fez treinamento de guerrilha em Cuba e participou da guerrilha de Caparão. Em 1967 foi preso novamente e fugiu dois anos depois, integrou-se na guerrilha urbana e um ano depois seguiu para um novo exílio no Chile e em Cuba. Voltou ao Brasil em 1975, vivendo na clandestinidade e contribuindo na luta contra o regime militar. Em 1980 foi anistiado, continuando sua participação política em diversos movimentos. No fim dos anos 80, atraído pelas idéias holísticas, cursou a Unipaz, Universidade Holística Universal, passando a percorrer um caminho de estudo e participação na busca da espiritualidade até os dias atuais. É autor de dois livros. – A Rebelião dos Marinheiros, 2a ed., Editora Expressão Popular, 2005. – Por que Chora Carol, Hércules Editora, 2001.