Mais uma turma da Oficina Literária que realizamos, Paulo Flávio Ledur e eu, se apresenta aos leitores de língua portuguesa nesta coletânea de contos A Arte da Palavra. São escritores natos, todos eles, no que se refere à qualidade das histórias que brotam de seus processos criativos, ou seja, do componente que chamamos de ético na ficção literária. Quanto ao aspecto estético, o uso das técnicas para fazer deslizar o texto, atingir e emocionar o leitor, acredito que aprenderam muito nesses meses em que trabalhamos juntos. Vou ter saudade da Heliane e de sua moedinha de ouro garimpada no fundo do mar; do Felipe e dos tesouros de infância que desenterrou da colônia gaúcha; do Lauro e de sua tranquila paixão por todas as histórias que conta; da Lilian, hábil no deslocamento geográfico, que leva o leitor a viajar por plagas próximas e distantes; da facilidade da Neli em transformar todos os seus textos em recortes da vida; do Baldi, que esgrime na literatura como um D'Artagnan de cabelos brancos; do Rodrigo e dos diálogos de seus personagens, sempre inteligentes, lúcidos e bem-humorados; das novas aventuras do Gaudério Laudelino, já consagrado alter ego campeiro do Roque Palermo; e da presença marcante da Sida, tanto em sala de aula, como em seus contos de fada escorpiana e rebelde. Bem, me resta um consolo. Quando a saudade apertar, sempre posso reler este livro e pegar seus autores em flagrante na arte de escrever. Alcy Cheuiche Porto Alegre – Feira do Livro de 2019

ISBN:

9788583434702

Ano de Publicação:

2019

Edição:

1

Formato:

21,00 x 14,00 x 0,50 cm.

Nº Paginas:

96 pp.

Peso:

130 g.